U Por Guilherme Murayama 

Um dos objetivos do Incendiário sempre foi falar sobre diferentes visões do cinema. Com a série de posts Bate Papo, conversaremos com cineastas que possam mostrar como é estudar e produzir cinema, dentro e fora do Brasil. Queremos entender um pouco mais a vida, os sucessos e as dificuldades de quem se aventura a entrar no mundo cheio de altos e baixos do cinema que tanto gostamos.

Anúncios
E Por Vinicius Menegolo

Em uma celebração longa e bastante apressada comandada por Ricky Gervais, a 73ª edição do Globo de Ouro anunciou seus vencedores. O destaque da premiação foi O Regresso, novo filme de Alejandro Gonzalez Iñaritú, que venceu nas três principais categorias de cinema: melhor filme, melhor direção e melhor ator.  Carol, o filme com maior número de indicações da noite e forte candidato ao Oscar, foi a grande decepção, encerrando a noite sem nenhum prêmio. Jennifer Lawrence, em mais uma parceria com David O’Russel, levou o prêmio de melhor atriz pela terceira vez por sua atuação em Joy: O Segredo do Sucesso, se tornando a décima atriz com ao menos três estatuetas.

2016 começou e trouxe com ele as expectativas para o que veremos nos cinemas ao longo do ano. Será um ano repleto de franquias e blockbusters. Teremos sete filmes de super herói, o primeiro spin-off de Star Wars, o retorno de Harry Potter e também projetos autorais de diretores que admiramos. Para elaborar a lista, desconsideramos os filmes lançados em dezembro nos Estados Unidos, mas que estreiam no Brasil em janeiro como Creed, Os Oito Odiados e O Regresso.

H Por Vinicius Menegolo

Há uma certa estranheza em montar listas de melhores do ano no Brasil. Muitos dos filmes que concorreram ao Oscar, lançados em 2014, chegaram às telas brasileiras somente em 2015. Particularmente, achamos desnecessário colocar na lista filmes como Birdman e Whiplash. Além disso, ótimos filmes que foram lançados há pouco no Estados Unidos não têm como figurar na lista, já que ainda não tivemos a oportunidade de assisti-los. É o caso de The Hateful Eight, Creed, The Revenant e outros filmes de peso que só chegam ao Brasil a partir de janeiro. Sendo assim, nossa lista será composta por filmes que estrearam no Brasil e nos Estados Unidos em 2015.

E Por Guilherme Murayama e Vinicius Menegolo

Em filmes e séries, os créditos são mostrados logo no início, citando os principais membros daquela obra. Geralmente são exibidos com letreiros sobrepostos às cenas durante os primeiros minutos da projeção. No entanto, em alguns casos, dedica-se uma sequência exclusivamente para a apresentação dos créditos, geralmente com uma música e um trabalho de composição visual especialmente feitos para este momento. São os chamados opening titles, que se tornaram memoráveis com os filmes da franquia Bond.

Não há como negar que as expectativas para 2015 estão bastante altas. Teremos grandes blockbusters, o retorno de várias franquias de sucesso, dois filmes da Marvel e ótimos projetos dos nossos diretores favoritos.
Como critério, consideramos a data de lançamento nos Estados Unidos, por isso filmes que estreiam no Brasil em janeiro como Birdman, Foxcatcher e outros que disputam as grandes premiações não aparecem na lista. Foi difícil selecionar os filmes e muita coisa boa ficou de fora, mas gostamos do resultado e esperamos que vocês também gostem.

L Por Guilherme Murayama

Lembro que, quando eu era pequeno, ia à bienal do livro e ficava procurando os estandes – acho que da Devir e sei lá mais qual – para comprar alguns cards e outras nerdices. Parecia meio estranho pros meus pais naquela época e na vez em que gastei todo o meu dinheiro num quadrinho do Asterix até eu mesmo fiquei pensando que minhas escolhas não eram muito boas.

Todo mundo tem uma lista com os filmes favoritos, essa é a minha.

O Silêncio dos Inocentes (The Silence of the Lambs, 1991)
O Poderoso Chefão (The Godfather, 1972)
Um Estranho no Ninho (One Flew Over the Cuckoo’s Nest, 1975)
Batman: O Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight, 2008)
Pulp Fiction (1994)
A Viagem de Chihiro (Spirited Away, 2001)
12 homens e uma sentença (12 Angry Men, 1967)
Psicose (Psycho, 1960)
Dr. Fantástico (Dr. Strangelove, 1964)
Dogville (2003)