Crítica | Corrente do Mal (It Follows, 2015)

É Por Vinicius Menegolo

É comum encontrar filmes com ótimas premissas, mas que decepcionam na execução. Lucy (2014), Cloud Atlas (2012), Idiocracia (2006), O Preço do Amanhã (2011) são alguns exemplos. Por outro lado, são raros os casos de filmes que conseguem ser bons, apesar de uma premissa ruim. It Follows é uma dessas raridades. Direção, trilha sonora, atuações consistentes e uma fotografia espetacular se somam para construir um ótimo filme terror.

A premissa consiste em uma entidade que persegue sua vítima incessantemente, dia e noite, até a alcançar. Para se livrar da maldição é preciso passá-la adiante, e isto só é possível através de uma relação sexual. Após transar com alguém amaldiçoado, a entidade muda de alvo e começa a perseguir sua nova vítima. Seria o cenário perfeito para um filme desastroso, medíocre. Felizmente, o resultado é totalmente oposto.

it-follows-2015-3

Com forte inspiração em sucessos do gênero dos anos 80, especialmente “Halloween”, de John Carpenter, e “A Hora do Pesadelo”, de Wes Craven, It Follows é um excelente terror psicológico. Há uma sufocante atmosfera de tensão, marcada com perfeição pela trilha sonora, capaz de deixar o espectador genuinamente paranoico. A entidade realmente deixa o público apreensivo e com medo, mesmo sem precisar dilacerar alguém em frente as câmeras para ser temida.

Em seu segundo longa, David Robert Mitchell demonstra conhecer bastante o gênero. O terror não está na presença da entidade maligna, mas sim em sua ausência e como os personagens lidam com a iminência da desgraça. Explorando ao máximo a fotografia deslumbrante de Mike Gioulakis, o diretor se vale de tomadas amplas, que mostram todo o cenário, para reforçar a sensação de que a entidade maligna pode vir de qualquer lugar. Também abusou de takes longos, para que o espectador tenha tempo de exercer sua paranoia e vasculhar toda a cena à procura de ameaças. É inevitável se manter tenso durante a maior parte da projeção.

Fotografia deslumbrante de Mike Gioulakis
Fotografia deslumbrante de Mike Gioulakis

Fugindo da atual avalanche de péssimos filmes de terror, como Anabelle e A Forca, It Follows é um filme verdadeiramente assustador, sem precisar apelar para meia-dúzia de jump-scares. De forma sutil e provocante, a ênfase está em criar o clima perfeito de tensão e horror. Ao lado do ótimo The Babadook,  It Follows recupera a essência dos filmes de horror psicológico e deve agradar a todos que esperam mais do que meros sustos baratos. Sem dúvidas, um dos melhores filmes de 2015 até o momento.

Nota: 9


Recomendado para quem gostou de: The Babadook (2014), A Invocação do Mal (2013)

it-follows-2015-2

Corrente do Mal
It Follows, 2015, 100min
Direção e Roteiro: David Robert Mitchell
Elenco: Maika Monroe, Keir Gilchrist, Olivia Luccardi
Fotografia: Mike Gioulakis
Edição: Julio Perez IV
Trilha sonora:Rich Vreeland

Anúncios