Cinema: nossas maiores expectativas para 2015

Não há como negar que as expectativas para 2015 estão bastante altas. Teremos grandes blockbusters, o retorno de várias franquias de sucesso, dois filmes da Marvel e ótimos projetos dos nossos diretores favoritos.
Como critério, consideramos a data de lançamento nos Estados Unidos, por isso filmes que estreiam no Brasil em janeiro como Birdman, Foxcatcher e outros que disputam as grandes premiações não aparecem na lista. Foi difícil selecionar os filmes e muita coisa boa ficou de fora, mas gostamos do resultado e esperamos que vocês também gostem.

15. A Travessia

.
Baseado em uma história real, o filme conta a trajetória de Philippe Petit, um equilibrista francês que busca sempre extrapolar seus limites, atingindo o ápice em agosto de 1974, quando quis cruzar as torres gêmeas do World Trade Center sem nenhum tipo de proteção. Tal ousadia ficou conhecida como “o mais artístico crime do século XX”, já que não havia autorização para a travessia. Em 2009 o documentário Man On Wire contou a história de Petit, conquistando o Oscar de melhor documentário.

Escrito e dirigido por Robert Zemeckis (De Volta para o Futuro, Náufrago) e estrelado por Joseph Gordon-Levitt (500 dias com ela), A Travessia chega aos cinemas em novembro.

14. Minions

.
Não vai ser a melhor animação de todos os tempos, nem mais engraçada e nem a melhor produzida. Mas tem Minions!

Estreia no Brasil: 25 de junho.

13. Cinquenta Tons de Cinza

.
O trailer de 50 Tons de Cinza foi o mais assistido em 2014, ultrapassando os 100 milhões de views em menos de uma semana. A história entre a estudante e o bilionário excêntrico pouco nos intrigava, porém o excelente trailer cumpriu seu papel e transformou um filme que poderia passar despercebido por nós em um dos filmes mais aguardados do ano.

Direção: Sam Taylor-Johnson
Elenco: Dakota Johnson, Jamie Dornan, Jennifer Ehle, Luke Grimes
Estreia no Brasil: 12 de fevereiro.

12. Quarteto Fantástico

post_fantastic_four

Muita gente desconfia, com certa razão, desse reboot da franquia “Quarteto Fantástico”. A verdade é que a Fox precisava fazer mais um filme para não perder os direitos sobre o grupo de heróis e iniciou a produção do longa, em boa parte, por esse motivo nem um pouco animador. Contudo, a escolha do elenco repleto de promessas jovens deu um novo ar à produção que passou de um fiasco certo para um dos maiores pontos de interrogação entre os filmes de super-heróis que chegarão aos cinemas nos próximos anos.

Se a escolha de Josh Trank pode ser arriscada, devido à inexperiência do diretor, a capacidade de inovação também pode ser um fator decisivo na reestreia do time de heróis mais antigo da Marvel. Além do já reconhecido Michael B. Jordan (Fruitvalle Station) que viverá o Tocha Humana, pode se esperar muito das interpretações de Milles Tyler (Whiplash) no papel de Reed Richards e mais ainda de Toby Kebbell (Rock’n Rolla) como o vilão Victor Domashev.

Por fim, é grande a possibilidade da criação de um cross-over entre o grupo e os novos filmes dos X-Men, o que pode garantir um cuidado extra por parte do estúdio na elaboração do longa.

Direção: Josh Trank
Elenco: Miles Teller, Kate Mara, Michael B. Jordan, Jamie Bell, Toby Kebbell

11. Jurassic World

.
Vencedor de três Oscars, Jurassic Park é, indiscutivelmente, responsável pela melhor representação de dinossauros da história do cinema, capaz de fazer com que uma geração inteira se apaixonasse pelos gigantes já extintos. Não por acaso, o filme conquistou mais de um bilhão de dólares ao redor do mundo, sendo um dos filmes mais rentáveis de todos os tempos. Diante do sucesso, outros dois filmes foram lançados, mas é inegável que as continuações não deram tão certo e chegam a ser desastrosas.

Estrelado por Chris Pratt (Guardiões das Galáxias), Jurassic World surge com a promessa de colocar a franquia nos eixos e retomar o êxito do primeiro filme. E é isso que todos esperam.

Direção: Colin Trevorrow
Elenco: Chris Pratt, Judy Greer, Ty Simpkins, Bryce Dallas Howard
Estreia no Brasil: 11 de junho.

10. Mad Max: Estrada da Fúria

.
Com visual irrepreensível, Mad Max é um clássico e, sem dúvidas, uma das melhores distopias do cinema. A trilogia se passa num futuro onde a Terra é desértica, os recursos naturais são praticamente inexistentes e a humanidade é insana, dividindo-se em gangues que lutam pelo bem mais precioso do planeta: a gasolina.

Ainda não se sabe muito sobre a história de Mad Max 4, porém, a julgar pela idade de Tom Hardy e pelo que se vê nos trailers, é provável que Estrada da Fúria se passe entre o segundo e o terceiro filmes da trilogia inicial. A atmosfera dos filmes anteriores parece não apenas ter sido mantida, mas potencializada: o visual (do cenário e dos personagens), as grandes sequências de perseguição e, claro, as explosões estão simplesmente do caralho. Não é fácil que sequências filmadas anos depois se equiparem ou superem os longas originais, mas esse filme promete e deve agradar tanto aos fãs quanto aos não que conhecem os Mad Max estrelados por Mel Gibson.

Direção: George Miller
Elenco: Tom Hardy, Charlize Theron, Nicholas Hoult
Estreia no Brasil: 22 de maio.

9. Silence

post_scorsese

Baseado no aclamado romance japonês de Shusaku Endo, Silence conta a história de Sebastião Rodrigues (Andrew Garfield), um jesuíta português que embarca rumo ao Japão com a missão de disseminar o cristianismo e ajudar os cristãos japoneses que são brutalmente oprimidos pelas autoridades locais. Frente à realidade da perseguição religiosa, Rodrigues é obrigado a fazer uma escolha impossível: abandonar seu rebanho ou seu Deus.

Em entrevista para o Total Film, Scorcese revelou que Silence será um filme de suspense, com elementos de um thriller. O diretor disse também que vem trabalhando na adaptação desde 1989, quando leu o livro pela primeira vez.
Sem nomes como Hitchcock, Kurosawa e Kubrick, Martin Scorcese é um dos últimos mestres do cinema ainda vivo. Portanto, a expectativa é alta para qualquer filme do diretor e se torna ainda maior quando se trata de um projeto que vem sendo pensado há mais de 20 anos.

Direção: Martin Scorcese
Elenco: Liam Neeson, Andrew Garfield, Adam Driver.
Estreia no Brasil: novembro.

8. 007: Spectre

.
Martin Campbell criou um novo 007 com Casino Royale. Influenciado pela franquia Bourne, o diretor estabeleceu um novo ritmo aos filmes do agente britânico. Entretanto, Campbell foi criticado por distanciar o novo Bond dos filmes antigos. Foi Sam Mendes que conseguiu conciliar as características velozes da nova montagem com os atributos clássicos, com Skyfall sendo considerado um dos melhores filmes da franquia e a maior bilheteria da história do Reino Unido.

As maiores expectativas ficam por conta do elenco: “M” será interpretado por Ralph Fiennes, que vive um grande momento e fez uma das melhores performances da carreira no recente “Grande Hotel Budapeste”. Léa Seydoux, de “Azul é Cor Mais Quente”, tem todos os atributos necessários para ser um ótima Bond Girl e deve entregar uma atuação muito mais marcante que as últimas namoradas de Bond. Por fim, o vilão será interpretado pelo excelente Christoph Waltz (Bastardos Inglórios), que deve manter ou até mesmo elevar o nível ditado por Javier Bardem em Skyfall.

Direção: Sam Mendes
Elenco: Daniel Craig, Christoph Waltz, Ralph Fiennes, Léa Seydoux, Andrew Scott, Dave Bautista
Estreia no Brasil: 6 de novembro.

7. The Hateful Eight

post_tarantino
Quentin Tarantino é, sempre foi e sempre será um apaixonado por faroestes. Em suas listas de favoritos sempre aparecem filmes como “O Bom, o Mau e o Feio” e “Rio Bravo”. Ainda que já apresentasse referências ao gênero em filmes como Kill Bill e Bastardo Inglórios, foi apenas com Django Unchained que Tarantino fez seu primeiro longa 100% faroeste. E o resultado foi espetacular.

Em The Hateful Eight, o diretor volta ao faroeste para explorar uma história com estrutura típica dos westerns spaghetti. No filme, ambientado após a Guerra Civil Americana, uma diligência se acidenta na paisagem invernal de Wyoming. Os passageiros, o caçador de recompensas John “o carrasco” Ruth (Kurt Russel) e a fugitiva Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), rumam a pé para a cidade de Red Rock, onde Ruth entregará Domergue à justiça. No entanto, em meio a uma forte nevasca, os dois se abrigam em um bar de estrada junto a outros seis sujeitos. Conforme a nevasca se intensifica, os oito personagens percebem que eles podem nunca chegar a Red Rock.

O roteiro de The Hateful Eight vazou em janeiro de 2014 e aqueles que o leram dizem que o texto retoma os diálogos que consagraram o diretor e que o filme promete ser um dos melhores de Tarantino até então. Além disso, a expectativa é aumentada pelas promessas do diretor de se aposentar nos próximos anos. Sendo quem é, ele deverá parar no auge.

Elenco: Samuel L. Jackson, Kurt Russell, Tim Roth, Jennifer Jason Leigh, Channing Tatum, Michael Madsen, e Bruce Dern.
Estreia no Brasil: dezembro (previsão).

6. Vício Inerente

.
Estrelado por Joaquin Phoenix, Vício Inerente promete ser mais um grande filme de Paul Thomas Anderson (Sangue Negro, 2007; Magnolia, 1999).

Na Los Angeles dos anos 70, uma cidade essencialmente noturna onde o consumo de maconha e LSD transcende qualquer noção de excesso, o detetive particular Doc Sportello (Joaquin Phoenix) é contratado por uma ex-namorada para investigar o sumiço de um poderoso barão do mercado imobiliário. Durante a investigação, Doc descobre que esse desaparecimento é parte de uma grande conspiração envolvendo surfistas, traficantes, contrabandistas, policiais corruptos e uma temível entidade conhecida como Presa Dourada.

Direção: Paul Thomas Anderson
Elenco: Joaquin Phoenix, Josh Brolin, Owen Wilson, Joanna Newsom, Benicio Del Toro
Estreia no Brasil: 19 de fevereiro.

5. Os Vingadores 2: A Era de Ultron

.

Pode não parecer, mas “Avengers: A Era de Ultron” é um filme arriscado por parte da Marvel em termos de imagem à médio prazo. Ainda que um novo longa dos Vingadores já tenha garantida sua estreia nas bilheterias, estabelecer a história da saga do vilão Ultron com um tom mais sombrio e que ainda combine com a faixa etária  comercialmente desejável não será uma tarefa fácil. Da mesma forma, a escalação de nomes como Aaron Taylor-Johnson e Elizabeth Olsen para viver a dupla Mercúrio e Wanda parece se distanciar do que já foi feito anteriormente no Universo Cinematográfico Marvel. Se no longa anterior os atores combinavam com os personagens e já estavam estabelecidos, em “A Era de Ultron”, Vingadores muito importantes e pouco conhecidos pelo grande público serão introduzidos com um elenco que em nada se assemelha aos heróis originais. Sendo assim, é possível que o longa falhe, ainda que não de maneira desastrosa, em estabelecer esses personagens e quebre a alta expectativa dos fãs depois do sucesso de “Guardiões das Galáxias”.

A boa notícia é que os mesmos personagens, Mercúrio e Wanda, estão entre os mais ricos do Universo Marvel nos quadrinhos e têm potencial para se tornarem pesos-pesados dentro da franquia. Soma-se ainda como novidade o uso da armadura Hulkbuster que já apareceu nos trailers e será utilizada pelo Homem de Ferro para enfrentar o Incrível Hulk, o que garante boas cenas de ação e uma das adaptações mais aguardas pelos fãs. Mas, o grande trunfo do diretor Joss Whedon pode ser o herói O Visão. O Visão é um androide que faz parte do time dos Vingadores nos quadrinhos e uma peça fundamental em histórias recentes do grupo. Whedon, que também dirigiu o primeiro longa, já esperava escalar Paul Bettany para o papel antes mesmo do início das filmagens de “Os Vingadores (2012)”. Portanto, espera-se que o diretor tenha um conceito cuidadoso para o personagem já guardado na manga. O Visão, que vem sendo muito menos comentado que Ultron por razões óbvias, pode ser a chave para o sucesso — ou a salvação — do ponto final na segunda fase do Universo Cinematográfico Marvel.

Direção: Joss Whedon
Elenco: Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Tom Hiddleston, Aaron Taylor-Johnson, Andy Serkis, Elizabeth Olsen, Jeremy Renner, Samuel L. Jackson
Estreia no Brasil: 30 de abril.

4. Sniper Americano

post_clint
Clint Eastwood é um dos melhores diretores vivos e isso já é motivo suficiente para assistir a qualquer filme dele. E, graças ao espetacular Cartas de Iwo Jima, essa expectativa é ainda maior quando se trata de um filme de guerra. Além disso, o trailer do filme é absurdamente bom e já transmite a tensão que Clint colocará nas telas.

Baseado em fatos de reais, Sniper Americano retrata a história de Chris Kyle (Bradley Cooper), um soldado que durante suas quatro incursões ao Iraque puxou o gatilho mais de 150 vezes, se tornando o atirador de elite mais letal da história do Exército Americano. Após as incursões, Kyle volta para sua família e tem que lidar com os conflitos psicológicos pós-guerra.

Direção: Clint Eastwood
Elenco: Bradley Cooper, Sienna Miller, Kyle Gallner, Salah Salea
Estreia no Brasil: 22 de janeiro.

.

3. The Man from U.N.C.L.E.

post_themanfromuncle

Dificilmente esse filme aparecerá em outras listas, quanto mais em uma posição tão privilegiada, mas somos fãs do Guy Ritchie e qualquer projeto do diretor nos deixa entusiasmados. Ainda mais que esse será o primeiro filme produzido pela Ritchie/Wigram Productions, o que deve dar a Ritchie uma maior liberdade para aplicar o estilo intenso e dinâmico que o consagrou.

Tendo como pano de fundo o auge da Guerra Fria nos anos 1960, The Man From U.N.C.L.E. é centrado nos agentes Napoleon Solo (CIA) e Illya Kuryakin (KGB). Deixando as hostilidades de lado, os dois times se unem numa missão para combater uma misteriosa organização internacional que busca desestabilizar o frágil balanço de poder através da distribuição de armas e tecnologias nucleares.

Direção: Guy Ritchie
Elenco: Henry Cavill, Hugh Grant, Alicia Vikander

2. O Homem Formiga

post_antman

O filme do Homem-Formiga promete juntar muitas pontas soltas no Universo Cinematográfico Marvel. Hank Pym, o primeiro Homem-Formiga, que será interpretado por Michael Douglas, é um dos Vingadores originais. Apesar do herói ter sido esquecido no filme “Os Vingadores”, aparentemente a Marvel vai arranjar um jeito de dizer que ele já estava por aí o tempo todo. No entanto, nesta história, não teremos apenas Hank Pym, o cargo título do filme deverá ficar por conta de Scott Lang (Paul Rudd), que se tornará o segundo Homem-Formiga. Scott é um vigarista que precisará assumir seu lado heroico e ajudar seu mentor – o Dr. Hank – a enfrentar uma nova geração de ameaças para salvar o mundo.

Sendo formado como um filme de assalto, o longa conta também com a Evangeline Lilly, de “Lost” e “O Hobbit”. A atriz interpretará a filha do Dr. Hank e terá um papel importante no enredo. Especula-se que sua personagem poderá se tornar a segunda Vespa – a heroína original, que também faz parte dos Vingadores, é a mãe da personagem de Lily e parceira de Hank Pym nos quadrinhos.

Tendo em vista o sucesso recente das franquias Marvel, com filmes bem realizados como “Guardiões das Galáxias” e “Capitão América: O Soldado Invernal”, há uma forte expectativa por parte dos fãs em relação ao longa. O filme também promete ser um elo entre a segunda fase da Marvel, que se encerra com “Os Vingadores: A Era de Ultron”, e a terceira, que desencadeará rapidamente no esperado evento Guerra Civil – um dos maiores sucessos da Marvel nos quadrinhos.

Direção: Peyton Reed
Elenco: Paul Rudd, Michael Douglas, Evangeline Lilly, Hayley Atwell, Judy Greer
Estreia no Brasil: 16 de julho.

.

1. Star Wars: O Despertar da Força

post_star_wars
Star Wars!

Direção: JJ Abrams
Elenco: Harrison Ford, Mark Hamill, Carrie Fisher, Andy Serkis, Oscar Isaac, Adam Driver, Lupita Nyong’o, Peter Mayhew, John Boyega
Estreia no Brasil: 17 de dezembro.

.

 

Sentiu falta de algum filme? Diz aí nos comentários.

Anúncios